lb fr pt en
Hierdebréiwer & Messagen . Lettres pastorales & messages  
3 de Março de 2014

Mensagem do Arcebispo para a Quaresma

«Converter-se a Cristo»

Caros irmãos e irmãs,

O tempo da Quaresma é sempre um bom momento favorável que nos permite refletir sobre a nossa fé. Isto é especialmente verdade neste ano em que estamos comprometidos na Igreja do Luxemburgo, num caminho de conversão a Cristo. Encontrar Cristo: lendo a Sagrada Escritura, na oração pessoal ou comunitária, através dos sacramentos ou da presença do irmão ou irmã que precisa de ajuda. Tal encontro leva a compreender melhor e a converter-se, a levar uma vida cristã mais autêntica e comprometida.

Nós adotámos um estilo de vida repleto de todo o tipo de coisas e de experiências que nos tornam perfeitos consumidores, pervertendo a nossa religião e até o próprio Jesus Cristo, entre outros. Estamos muitas vezes agarrados à superficialidade e não chegamos a alcançar o mais profundo. Perdemos a nossa liberdade para Deus tornando-nos homens movidos apenas pelos nossos hábitos e desejos. É neste contexto que Cristo se dirige a nós e nos diz que o Reino de Deus está próximo. Mas, para escutar bem a sua voz na nossa sociedade, precisamos trabalhar sobre nós mesmos.

Proponho também o jejum e a abstinência às sextas-feiras neste tempo de preparação para a festa da Páscoa. Uma refeição simples pode ajudar-nos a cortar a nossa rotina diária abrindo-nos ao apelo de Cristo. É ao mesmo tempo um gesto de solidariedade para com os pobres. E seria bom que não o fizéssemos sozinhos, isoladamente, mas antes comunitariamente nas diferentes comunidades. O jejum e abstinência abrem-nos o coração e então, sim, podemos rezar melhor. Não será esta uma oportunidade de intensificar a nossa oração, para manter o diálogo e a relação com o Deus vivo? Sem a oração pessoal as coisas escapam-nos!

A Quaresma é também uma oportunidade de dar esmolas. O nosso Papa Francisco encorajou-nos a ter um gesto, a partilhar algo nosso, a fim de nos tornarmos mais livres e felizes. No nosso mundo globalizado, não podemos ficar indiferentes quando somos confrontados com a miséria que o habita. Certamente, poderemos pensar soluções rápidas que os governos e os organismos de ajuda humanitária deverão ter; mas o desafio é antes de mais este: e nós, o que poderemos fazer nós mesmos? E eu, o que eu poderei fazer?

Desinstalemo-nos durante este tempo da Quaresma! Abramos o coração para as necessidades do Luxemburgo e do mundo. Aquele que souber abrir as mãos para a partilha, receberá um belo presente: a liberdade dos filhos de Deus.

A Quaresma é um tempo de preparação para a grande festa da Páscoa onde celebramos Jesus ressuscitado de entre os mortos. Mas como celebrar a Páscoa em verdade sem a conversão a Cristo?

Eis, pois, um apelo final: neste ano, levemos mais a sério a Paixão de Jesus, e recolhamo-nos diante do seu mistério.

É tão bom celebrar juntos, nas nossas comunidades pastorais, não só a Páscoa, mas também o Domingo de Ramos, a Quinta-feira Santa e Sexta—Santa, e na Vigília Pascal reencontrar no fundo do nosso coração, Cristo ressuscitado.

Como Igreja, somos confrontados com inúmeros desafios: o futuro do ensino religioso, a futura remuneração dos sacerdotes e dos colaboradores leigos - em questão, e tudo isso num contexto de uma situação financeira diocesana mais que preocupante. Que enormes desafios para a nossa Igreja! Mas eu estou convencido de que, também, cada um de vós traz consigo problemas pessoais no seu coração: preocupações, sofrimentos devidos à separação, doença ou morte...

No entanto, a esperança vive no coração dos cristãos e esta esperança cresce na medida em que buscamos a proximidade de Nosso Senhor, o Senhor da Vida.

Neste sentido, desejo-vos a todas e a todos um bom tempo de Quaresma.

Em profunda comunhão,

+ Jean-Claude Hollerich
Arcebispo do Luxemburgo

 
Ä e r z b i s t u m    L ë t z e b u e r g   .   A r c h e v ê c h é   d e   L u x e m b o u r g    .   
YouTube
SoundCloud
Twitter
Instagram
Facebook
WhatsApp 352 691 12 97 76
Service Kommunikatioun a Press . Service Communication et Presse
Äerzbistum Lëtzebuerg . Archevêché de Luxembourg

© Verschidde Rechter reservéiert . Certains droits réservés
Dateschutz . Protection des données
Ëmweltschutz . Protection de l'environnement
5 avenue Marie-Thérèse
Bâtiment H, 1er Étage
L-2132 Luxembourg
+352 44 74 34 01
com cathol.lu